terça-feira, 15 de junho de 2010

Verde-Amarelas

As bandeirinhas verde e amarelas cantavam, ao soar do vento, o hino. A molecada descalço no meio da rua denunciava que estava se aproximando. Os fogos estalavam nos ares a alegria do torcedor verde-amarelo. As donas-de-casa preparavam os quitutes para os maridões que aguardavam na sala anciosos. O grupo de amigos se reuniaram para juntos vibrar pela nação que estava estreando.
As pipocas estalavam nas panelas bem ariadas, as bandeirias flamejavam por entre uma casae outra. Os chefes e funcionários sentaram tudo numa sala só e juntos se reuniram por um motivo único. As meninas ligavam entre si para combinar os adereços das cabeças, enquanto os meninos perdiam o fôlego com a tal famosa "Vuvuzela".
As televisões todas numa única sintonia anunciavam de vez entre um tambor e outro que finalmente estava por vir a grande surpresa que tanto deixava-os apreensivos. Todos pararam e sentaram. O vento sessou, as donas-de-casa deixaram os quititues de lado, os celulares desligados, a molecada bem comportada, os jovens roendo as unhas, os maridões bem sentadões.
O hino entoava entre uma TV e outra. Toda uma nação parou. Todo um povo silenciou(ou não, alguns),todos com o mesmo sentimento de patriotismo. Todos com um aperto no coração.
Os quarenta e cinco minutos iniciais diziam à eles que não valeu a pena tanta espera. Que realmente seria verdade os boatos de que não iria dar muito certo. A desconfiança, o medo, a decepção começou a pairar sobre a nação que se apagava do mapa por um instante. Mas foi só iniciar novamente para sentir no lado esquerco do peito a marca do time do coração. Aos cinquenta e cinco minutos, ele, que pensou em cruzar, enfiou a Jabulani (gaiata)de bandeja na rede do Guk.
Hã? Foi gooooooooool. O País todo vibrou, cantou, dançou, chorou (não né?), comemorou. A molecada saiu de novo pelas ruas, as bandeirinhas se agitaram, os fogos queimavam no céu azulado, as meninas gritavam ao pé do celular, as mães faziam mais asas de galinhas para comemorar, o meninos se abraçavam e gritavam, os maridões com orgulho batiam sobre o simbolo do lado esquerdo do peito: - Este é o meu timão.
A danada da Jabulani continuou rolando, mas só um? É pouco demais. Para surpresao outro que aos setenta e dois minutos estava de saída, chegou, driblou e com um chutão ineditamente marcou. O grito desta vez foi de pura satisfação. Os fogos, com rouquidão, gritavam aos sete canto do mundo novamente: - Este é o time verde e amarelo que eu queria ver jogar.
Todos satisfeitos. Estamos com o jogo ganho. Estamos com o jogo na palma da mão. E estavam mesmo, apesar dos outros marcarem no finalzinho da cerimônia um golzinho para diminuir a vantagem. Hoje o vermelho não se destacou diante do amarelo ouro desta nação. Hoje a nação se realizou por ver a atuação do time. Mesmo todos sabendo que teve os que deixaram a desejar. Hoje foi um dia que todos pararam e em frente à televisão se bitolaram para assistir o nosso Brasil jogar.
O apito soou o fim da partida. No estagio a festa era imensa, na casa dos torcedores a comemoração era maior ainda. Mas é hora de voltar ao normal. Juntaram as cadeiras de plásticos, os celulares descarregaram, a molecada cansou de brincar e adormeceram, as donas-de-casa com uma pilha de louça imensa na pia se preparavam para aprontar à janta para os maridões, que por sinal, permaceram em frente à Tv comentando em quê o Brasil precisava melhorar.
Mas entre tudo e todos, uma coisa era certa não mudar: - O cantar das bandeirinhas que ficavam à enfeitar o lar de cada cidadão. A cor, o vigor, a raça e orgulho se mantiam nelas, em cada uma daquelas milhares de tiras que dançavam ao vento. Anunciando o proximo jogo a se atuar...





Aiai, hoje o dia foi uma loucura e eu estou realmente muito feliz por retornar. Abraços verde-amarelos à todos vocês.
inté mais

6 comentários:

  1. Robério, lindíssima descrição dos ânimos e da partida! Parabéns e bem vindo de volta! Super beijo, Deia

    ResponderExcluir
  2. Agradeço pelo carinho Deia!
    abração.

    ResponderExcluir
  3. Mto bacana o blog, vou passar por aqui mais vezes para degustar outros textos...

    Abraço,
    Ricardo
    www.maisardidoquepimenta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Passei para ler e desejar um excelente final de semana,
    Boas energias,
    Mari

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Hoje, novamente, vamos torcer pelo nosso querido Brasil...
    Bom jogo e ótima torcida pra nós.
    Muita paz!
    Abraços fraternos

    ResponderExcluir
  6. Robério,

    Acabo de indicar o seu Blog ao Prêmio Dardos.

    Por favor, veja a minha postagem "Prêmio Dardos" para saber mais.

    Aguardo sua visita.

    Com meus agradecimentos, um fraterno e forte abraço.

    ResponderExcluir

Você já clicou, agora basta escrever... :)