terça-feira, 1 de junho de 2010

Coisas de Amanda..

" Uma garota que poderia ser Sofia, Alice ou quem sabe até Laryssa.
Mas não, tornou-se Amanda."

"Em um lugar, quieto, agradavel
surreal e intrínseco. Ela se deleita, se deita e assim explora tudo o que há em seu interior."

- Devo ter nascido de um grande Big-Bang! Sabe como é? Um grande BADABADABÚÚÚÚ! Meu caminho se perde na curvinha da interrogação, na curva da calda do dragão do meu horóscopo chinês. Como posso me achar tanto no meu jeito confuso/perdido. " A Dúvida da certeza e a Certeza de duvidar" (citação mais cafona e antiquada). Não reclamo por ter tantas perguntas e não morro por não ter todas as respostas.
Este conflito que incide dentro de mim encaixa peças importantes do meu quebra-cabeças. Quebra-Cabeças? Ahãm. Sempre fui de brincar desses jogos 'bobinhos'. Mas meu quebra-cabeças mostra a figura de uma mulher guerreira. Com uma armadura. Não uma bolsinha de luxo. Bláa. Enquanto duvido da minha existência boa ou má aqui nesta terra de ninguém, sonho/idealizo se é possível ter vidas em outros planetas. Me fascino pela luz da lua em sua fartura.
Mais dificil de entender o que quero é entender como as pessoas se tornam detalhes do meu ódio e do meu amor. Quer dizer que não devemos ter medo dos confrontos? Até os planetas se chocam e do caos nascem as estrelas. A história que ainda não vivi; o medo que ainda não sofri, o dia que vivo já esboçando os proximos. " Uma pergunta é sempre a melhor resposta!"
Entre o papoco e o rascunho do meu conflito ser, me sento aqui e aqui irei fazer: Explosões silenciosas. Ritmizar sem regras, solta, livre, pesada como tambores. Meu coração está como percussão: Bate a levada das minhas indecisões e me deixa feliz por entrar de vez na melodia.
Uma música? 'Deixa eu tocar a tua alma com a superficie da palma da minha mão...' Evaporo num cometa e um dia seguirei todas as estrelas. Por que nós somos nós!!! ... ou não, quem sabe!

No recomeço há um fim. Ponto final... antes de começar!
Amanda. -
"Fechou o pequeno espaço que tinha,
Sonolenta, cansada, indistinta.
Amanda era uma menina,
uma voadora, uma sonhada...
... Amanda era simples, sempre, simples!"



vai-se entender as palavras né? Até uma proxima vez.

6 comentários:

  1. ameei.. mas eu tenho uma duvida: pq nao poderia ser Larysa mesmo? eu nao entendi.. kkkkkkkk
    brincando.. adoro como escreve!! beijo *-*

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o seu texto.
    Gostei daqui.
    FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja um bom feriadão para você.
    Saudações Educacionais !

    ResponderExcluir
  3. Perfeito o texto
    coisas de amanda poderia ser coisas de Laryssa ner rsrs mas tah mara!
    beriim se garanteeeee!

    ResponderExcluir
  4. Rob (inho);

    Bárbaras, Larissas, Carlas, Silvanas, Renatas, Amandas, qualquer uma poderá se encaixar bem no contexto ora auto definitivo do seu texto.

    Será mesmo, uma pergunta, a melhor resposta?
    Como a dizer que coisas inexplicáveis permanecem inexplicáveis.
    E externizem mais dúvidas quando tentadas a "serem interpretadas ou respondidas".

    Betinho do Bem (Reflexão & Emoção)

    ResponderExcluir
  5. Eita que vontade de ser Amanda ^^

    ResponderExcluir

Você já clicou, agora basta escrever... :)